A AUTOESTIMA E A MODA – COMO SE SENTIR BONITA SEM A BOLSA DE GRIFE

Meninas, sem hipocrisia, pois toda mulher amaaaa uma bolsinha e sonha com o modelo de marca, mas esse post é pra falar um pouco sobre o que essa bolsa ou a roupa tem a ver com nossa autoestima, pois vejo muita gente acompanhando os blogs das “it girls” e sonhando com tudo aquilo que elas vestem ou usam nas fotos de look do dia, mesmo tendo uma realidade muito diferente dessas fashionistas, financeiramente falando e mesmo sabendo que será difícil ter aquele closet do mundo de caras tão cedo


Banner 5

imagem; via pinterest
imagem; via pinterest

 

Não tenho nada contra blogs nem contra as it girls, mesmo porque tenho um blog de moda e através dele tento ajudar minhas seguidoras a encontrarem maneiras de se sentirem mais bonitas a cada dia, mas não acho nada legal o “sonho” que algumas blogueiras vendem a quem não pode ter acesso ao mundo encantado de Chanel, e a falsa sensação passada muitas vezes, de que somente com aquela vida de bolsinhas e glamour, dá para ser uma mulher bonita e feliz. Veja bem, informar as leitoras sobre os lançamentos de moda internacionais e mostrar as campanhas das marcas é super bacana, pois você está trazendo conteúdo de moda. Tirar mil fotos de seus looks e de seu closet repleto de itens de grife e postar isso o tempo toda às seguidoras, é outra coisa

No caminho que já percorri no universo da moda, com minha experiência pessoal e das pessoas que me cercam, percebo que dá SIM para se vestir bem, estar linda, bem arrumada e atraente, mesmo sem a bolsa, sapato ou roupas de grifes caríssimas e que , para isso, precisa-se muito pouco. Aliás, aqui se encaixa muito bem aquela famosa frase: menos é mais! Menos roupas no armário e menos consumo compulsivo equivalem a mais estilo pessoal definido e mais autoestima!

Sim, eu amo moda e trabalho com esse mercado há muitos anos, mas aprendi desde muito nova, porque não tinha dinheiro para comprar roupas a toda hora, a desenvolver meu estilo pessoal e a trabalhar minha autoestima, cuidando de mim e amando quem sou. Com isso, acabei fazendo um trabalho de autoconhecimento maravilhoso, e só comprava peças que fossem curingas e atemporais, para durarem mais e para poder usa-las de muitas maneiras, compondo looks diferentes com os mesmos itens

Me conhecendo bem, comecei a usar peças que valorizavam meus pontos fortes e outras que camuflavam o que eu não gostava e com isso, comecei a me sentir mais bonita e a trabalhar meu estilo pessoal, mesmo sem poder comprar o que minhas amigas compravam e sem ter a bolsa da última coleção da grife cara

Hoje, mesmo podendo comprar itens mais caros, eu invisto nos básicos essenciais ( você já baixou o e-book gratuito sobre os básicos essenciais do guarda-roupa, aqui? ) e em alguns acessórios de qualidade, pois com eles, consigo diversificar as produções do dia a dia. Procuro também cuidar bem de minha pele e de meu cabelo, fazer esporte e estar sempre com um sorriso nos lábios.. Essa é o grande segredo da verdadeira beleza! Você precisa se SENTIR bonita na alma, para estar verdadeiramente linda! vista o seu sorriso mais bonito, ame-se , valorize quem você é, o corpo que tem e mesmo com um jeans e t-shirt básicos, você sempre estará arrasando! Porque não tem bolsinha de grife que levante o astral ou a produção de quem não se ama. Vista-se de amor próprio!

imagem: via pinterest
imagem: via pinterest

 

beijos e até o próximo post

Marcinha

Banner 5

Marcia Paron
Marcia Paron
Marcia Paron é estilista e Fashion Buyer, trabalhou para importantes marcas internacionais como Miss Sixty e Zara e hoje é gerente de negócios da cadeia Espanhola de lojas El Corte Inglés. Apaixonada por estética, arte e moda desde sempre, decidiu colocar em prática a paixão por escrever e orientar pessoas sobre tendências de moda, estilo pessoal, consumo consciente e autoestima, através do blog Buyer & Brand, um espaço aberto à informação sem afetação, com foco em moda acessível, feita para mulheres reais.
http://buyerandbrand.com.br

5 thoughts on “A AUTOESTIMA E A MODA – COMO SE SENTIR BONITA SEM A BOLSA DE GRIFE

Deixe uma resposta