DIETA SEM GLÚTEN -Será que há necessidade de evita-lo mesmo não tendo qualquer tipo de intolerância a essa proteína?

Meninas, outro dia estava em um restaurante e ao escolher uma massa, fiquei super confusa, não sabia se deveria escolher alguma opção integral, como sempre fiz, ou sem glúten, já que não se fala em outra coisa que não seja a tal dieta sem glúten.. Por isso, perguntei a Nutricionista Daniela Tarasoutchi do blog INFORMA a respeito, e ela esclarece essa dúvida aqui nesse post:

“Vocês já devem ter percebido o crescimento das vendas de produtos sem glúten nos supermercados e lojas de alimentos naturais, certo? Mas porque exatamente isso esta acontecendo? Provavelmente, por conta da maior divulgação sobre a doença celíaca e o aumento no número de pessoas com o problema, obrigou a indústria de alimentos a focar mais nesse publico! Mas… a historia foi bem mais além… até pessoas sem alergia ao glúten passaram a desconfiar de alimentos com essa proteína presente! O glúten é uma proteína encontrada em quase todos os alimentos com trigo, centeio, aveia, cevada e malte. Presente na maioria dos pães, bolos, macarrão, bolachas, salgadinhos como coxinhas e esfihas, e até na cerveja. E a doença celíaca ainda é o único problema de saúde que exige a retirada total do glúten da alimentação! Os celíacos – como são chamadas as pessoas que têm intolerância ao glúten – não produzem uma enzima responsável pela quebra dessa proteína. O glúten ataca as paredes do intestino, dificultando a absorção de nutrientes e provocando sintomas como inchaço abdominal, diarreia, perda de peso, anemia, entre outros. Em alguns casos, a doença não tem nenhum sintoma – o que dificulta o diagnóstico. Para os celíacos, abrir mão de salgados, doce, bolachas e pães é uma necessidade! Mas ultimamente temos visto cada vez mais pessoas eliminando  o glúten só pensando em melhorar o físico! E muito provavelmente vai perder peso por ter deixado de comer alimentos ricos em carboidratos. O glúten não engorda, nem provoca inchaço. Está longe de ser algo que deve ser evitado por toda a população. Por outro lado, não podemos ignorar que muitas pessoas estão, sim, tendo uma sobrecarga de glúten e uma maior sensibilidade a essa proteína. O excesso do consumo do glúten pode sim irritar a mucosa intestinal que, com o tempo, poderá identificar a proteína como nociva para o organismo. Nesse caso, o equilíbrio que deve ser prioridade! A melhor dieta não é a sem glúten, sem lactose, dieta detox, sem carboidratos, etc. Toda dieta deve ser individualizada, ou seja, ajustada de acordo com a fase da vida, nível de atividade física, tolerâncias e intolerâncias de cada um. Busque sempre um profissional para adequar sua alimentação. Para isso existe o nutricionista! ”

Daniela Tarasoutchi – Nutricionista. Tel. 11 99687 4856 / danitarasout@hotmail.com / blog: INFORMA

imagem: pinterest
imagem: pinterest

foto pinterest

 

 

Marcia Paron
Marcia Paron
Marcia Paron é estilista e Fashion Buyer, trabalhou para importantes marcas internacionais como Miss Sixty e Zara e hoje é gerente de negócios da cadeia Espanhola de lojas El Corte Inglés. Apaixonada por estética, arte e moda desde sempre, decidiu colocar em prática a paixão por escrever e orientar pessoas sobre tendências de moda, estilo pessoal, consumo consciente e autoestima, através do blog Buyer & Brand, um espaço aberto à informação sem afetação, com foco em moda acessível, feita para mulheres reais.
http://buyerandbrand.com.br

Deixe uma resposta