TANIA GOLDKORN – ENTREVISTA

Tania  é uma daquelas mulheres que você conhece e em um minuto já se apaixona. Doce, inteligente e carismática, foi a cabeça por trás do tão famoso Galpão 8 em São  Paulo, negocio de moda focado em lojistas, com formato de Pedidos e Pronta Entrega. Estiveram no showroom muitas marcas importantes como Tigresse, Letage, Agilita , Tempo 4 , Lix , Rafael Falcci, Cecilia Prado, Claudia Arbex, Marilia  Capisani e muitos outros nomes. Na entrevista abaixo, Tania fala um pouco de suas vivências e sobre o mercado da moda:

 

Você foi a criadora de uns dos espaços atacadista mais importante de São Paulo  por 10 anos, o Galpão 8. Esse formato de negócio está ultrapassado?

Acho que a moda vem  passando por um momento difícil no  Brasil  então os lojistas , os estilistas e os donos das confecções estão  sem saber qual o caminho a seguir. Só copiar e editar  tendências não  resolve mais porque as marcas internacionais estão quase todas por aqui e quem  não está, vai chegar em breve. A carga tributária  é enorme, o calendário  a seguir não considera que nossas estações são diferentes e portanto é  necessário um esforço quase impossível de se manter coleções sem ter que  liquidar antes mesmo de conseguir que ela esteja na vitrine ou que desembarque  na loja no tempo certo … Se você considerar que é preciso analisar esse momento para uma  mudança radical eu te digo que quem está  tentando sobreviver a tudo isso  fica  sem tempo para ter novas ideias e criar novos padrões , fazer sempre  igual  na moda não rola isso sim é ultrapassado.

O que as multimarcas hoje buscam, quais marcas elas querem ter em seus espaços e  quais as maiores dificuldades que encontram?

Tenho percebido que lojas multi  funcionais misturam moda com decoração e até nails bar , procuram trazer para o  espaço de moda um conceito e sair do básico que lógico buscando o que os  editoriais carimbam como o “must have” das coleções . Mas é preciso entender  que a moda hoje está presente nas lojas de departamento que também fazem  pesquisas e tem no seu corpo de funcionários  estilistas e consultores ,  gente muito antenada que sabe bem quem é o consumidor e está muito atento ao  público alvo . As lojistas tradicionais de multimarcas precisam acompanhar o  envelhecimento das clientes fiéis que não querem se vestir como vovós  e  trazer uma moda jovem para conquistar as novas clientes, as filhas que agora  são as novas consumidoras vorazes da moda, e essa mistura é  difícil,  normalmente a mão de obra não é especializada e os problemas começam na hora de  fazer a compra das coleções , montar as araras e escolher os looks que vão  compor o DNA da loja . E afinal É preciso acertar nas coleções,  ter marcas que tragam  resultados de vendas incríveis e uma disposição  imensa para competir ( risos )

Em sua opinião, as marcas internacionais que estão  chegando ao País como Top Shop, Gap e Zara que já está no mercado há mais de 10  anos e hoje ocupa um grande espaço no varejo, vão mudar a realidade das marcas  nacionais e trazer novos formatos de trabalho?

Posso te falar mais como consumidora, como  alguém que  está observando muito toda essa movimentação … Nós mulheres amamos moda ,  beleza , cosméticos , é importante estar se sentindo de bem com a vida. Ser elegante  é repetir roupa,  é não ser explorada pagando preços exorbitantes e ter uma atitude sustentável  com o que consumimos. Marcas internacionais que amamos e vou incluir outras como  Miu Miu , Diana Von Fustenberg , Gucci , Chanel e Prada estão por aqui e vieram  pra ficar com uma política de vendas agressiva e com resultados cada vez  melhores , é só conferir as formas de pagamento praticadas e tudo mais .

Existem muitas marcas hoje em nosso mercado, quais as que você vê  como potenciais?

 Não quero citar nomes pois acho indelicado e torço para que esse  mercado volte a ter anos dourados e emprego para muita gente . Gosto de tudo que  não é descartável e nada de roupas que vou usar apenas em uma estação , isso não  rola de jeito nenhum. Mas uma peça divertida ou outra é uma delicia de se ter no  armário.

 

Quais marcas você ama e consome?

 Durante  11 anos vesti apenas as marcas que  vendia no  showroom , sem ter no armário peças de concorrentes e  quando viajava  comprava algumas peças  . Estou começando a ser consumidora e brincando de  refazer meu guarda roupa , aproveitando o que eu tenho e acrescentando algumas  peças e acessórios … Compro várias revistas e acompanho muitos blogs … isso  funciona na hora de montar os looks  !!!

 

Quais os segredos para manter mente sã, essa pele incrível e corpitho em dia?

Faço muita ginástica, procuro ter uma alimentação saudável e  mantenho a minha autoestima sempre equilibrada. Deus está na minha vida e é  fundamental manter a fé acima  de todas as coisas. Tenho  amigos especiais e  queridos e  uma família  maravilhosa, preciso dizer mais?

 

TANIA GOLDKORN
TANIA GOLDKORN

 

Marcia Paron
Marcia Paron
Marcia Paron é estilista e Fashion Buyer, trabalhou para importantes marcas internacionais como Miss Sixty e Zara e hoje é gerente de negócios da cadeia Espanhola de lojas El Corte Inglés. Apaixonada por estética, arte e moda desde sempre, decidiu colocar em prática a paixão por escrever e orientar pessoas sobre tendências de moda, estilo pessoal, consumo consciente e autoestima, através do blog Buyer & Brand, um espaço aberto à informação sem afetação, com foco em moda acessível, feita para mulheres reais.
http://buyerandbrand.com.br

4 thoughts on “TANIA GOLDKORN – ENTREVISTA

  1. Posso dizer com o maior orgulho que conheço essa pessoa fantástica que é a Tania Gold. Me sinto privilegiada por ter tido o prazer de por anos conviver com ela… Tanis é uma mulher inteligente e batalhadora, tem um carisma fora do normal e um coração que não cabe no peito… Parabéns pela entrevista, Tania! Já te disse e repito, sou sua fã número 1!

  2. A Tania é uma mulher sensacional. Além de uma profunda conhecedora do ramo, esbanja bom senso e bom gosto.
    Parabéns pela entrevista.

Deixe uma resposta