CONSULTORIA DE IMAGEM E ESTILO – COMO ESCOLHER UM BOM PROFISSIONAL

Esse post é longo, mas se você QUER REALMENTE FAZER UMA CONSULTORIA DE IMAGEM transformadora, com segurança de que está contratando um bom profissional, aconselho a lê-lo até o final. Garanto que após essa análise minuciosa sobre o profissional de Estilo e o mercado hoje, você irá saber avaliar quem contrata e fazer a coisa certa. Imagem pessoal É COISA MUITO SÉRIA. 


B05 - 728X90

Porque resolvi falar sobre esse tema? Tenho visto coisas assustadoras em minha área e não dá mais para não me posicionar. Da mesma forma que hoje todo mundo é Coach, TODO MUNDO VIROU CONSULTOR DE IMAGEM. E porque essas duas profissões estão se banalizando? Por vários motivos e vou colocá-los todos aqui para que possa entender.. Primeiro quero deixar claro que também sou Coach e consultora de imagem e estilo , tenho formação em Coaching de Estilo em uma das principais escolas da área, na França e em Personal e Profesional Coaching e Leader Coaching, pela Sociedade brasileira de Coaching. Amo as duas profissões e defendo que um profissional, com boa formação ( que a faça em boas e sérias escolas ) e MUITA vivência nessas duas áreas ou mesmo em qualquer área, faz um trabalho excelente, ok? Voltando ao nosso principal tema, eis o porque da banalidade dos consultores de Estilo, hoje:

 

1- HÁ MUITA GENTE DANDO CURSO DE FORMAÇÃO EM CONSULTORIA DE IMAGEM sem a menor consistência, coerência, sem profundidade, sem conhecimento e condição para isso, formando profissionais medíocres e tratando a área de consultoria de imagem de forma leviana e sem a mínima responsabilidade, apenas com foco em faturamento, porque são cursos bem caros. Muitos dos cursos de nosso mercado, não tem bom conteúdo, não tem bons professores, não esclarecem, não trazem transformações na vida do profissional.. Esse mercado de consultoria também virou uma industria de dinheiro, com venda de materiais como bandeiras de cores, cartelas de cores, etc. Há profissionais que vivem só da venda desses artigos, que são caríssimos e muitas vezes desnecessários.

 

2- Há profissionais formados, que estão fazendo da consultoria de imagem, que deveria ser um trabalho personalizado e de atenção plena às necessidades do cliente,  um verdadeiro Fast Fashion Consulting, terceirizando seu trabalho à equipes de profissionais pouco preparados, para ganhar em alta escala. Onde vemos isso? Há quem faça a Cartela de Cor pessoalColoração pessoal, através de colaboradores espalhados pelos estados do Brasil e até fora do país, que são enviados à casa da cliente para a realização da análise de subtom e formatação da cartela. Há outros, que fazem apps para você enviar fotos de suas roupas e uma “equipe” faz a montagem de looks, por muito menos que uma consultoria de estilo personalizada. Para mim, isso é a mesma coisa que pagar uma consulta médica, com um profissional qualificado e muito competente e ele mandar sua assistente lhe atender. Isso já aconteceu comigo e é muito desanimador.  Na verdade, nós temos que exigir ser atendidos pelo profissional que fomos procurar e não por sua “equipe” rápida e prática. Na moda é igual, sabe porque? você “entrega” sua imagem à um consultor e se ele não se APROFUNDAR NO SER HUMANO QUE VOCÊ É, suas reais necessidades e objetivos de imagem e de VIDA, lhe trará resultados rasos e a consequência é o que temos visto no mercado, clientes nada satisfeitas e com traumas da consultoria, por passarem por profissionais que quiseram mudar sua essência ou ainda que não a fizeram conhecer a si mesma, para fortalecer sua imagem.. A pessoa continua se achando sem graça, sem estilo, sem FORÇA! Tudo isso porque grande parte dos profissionais que estão se formando, NÃO TÊM VIVÊNCIA NA ÁREA DE MODA E CONSULTORIA DE ESTILO, não estão preparados, preocupados com o ser humano, com atendimento, não são formados para isso e estão nessa profissão porque acham LEGAL TRABALHAR COM MODA, são verdadeiramente apaixonados por moda, mas nunca a vivenciaram em sua realidade, apenas amam essa área !! Ninguém faz perguntas, ninguém “sente” a cliente, percebe as dores, as dificuldades, apenas replica a apostila do curso de consultoria de imagem que fez, decora e aplica rapidamente na vida de todas as clientes, DO MESMO JEITO. ( leia de novo essa frase, porque é assustadora e a mais pura realidade.. a consultoria de moda virou padronização ). O importante hoje na consultoria de imagem é ESCALABILIDADE, quando mais gente eu atender, mais dinheiro, então vamos fazer app, vamos contratar “equipe”, vamos terceirizar e enviar atendentes nas casas das pessoas, vamos formar mil alunas por mês. Percebe? Isso tudo vai contra as tendências que estamos percebendo no mundo, hoje.. As pessoas estão cansadas de tanta superficialidade, a falta de contato humano está cansando e não dá para trazer o mundo fast fashion para uma consultoria de imagem, não dá para fazer da consultoria de moda um Rappi ( para quem não vive em Sp, Rappi é um app de entrega rápida de tudo, desde comida até dinheiro, feita por motoboys, em minutos ). Não dá para terceirizar um trabalho tão pessoal ou automatizá-lo, não se você quiser realmente ter uma consultoria HUMANIZADA, PROFUNDA E TRANSFORMADORA.

3- Hoje há muitos consultores sem o mínimo conhecimento sobre a essência do universo da moda e ESTILO, que não têm condição alguma de dar consultoria de imagem à ninguém, pois não consegue trabalhar nem mesmo a sua própria imagem. Não sabem sobre tendências, sobre modelagem, tecido, caimento de peça, criação, sobre ser criativo, cor ( só falam sobre cor, com base no círculo cromático ).. Copiam e colam o que veem por aí e o que aprenderam na apostila do curso, replicam os seus próprios gostos..Não dá para copiar e colar o que todo mundo faz lá fora, se cada uma de nós SOMOS PESSOAS ÚNICAS! Não dá para sair por aí falando da roupa que corta a silhueta, sem conhecer o contexto sobre o todo, sobre a arte de se vestir, de VESTIR QUEM SOMOS.. Sem respeitar a cliente que mede 1,52 metros e quer sim usar pantacourt sem salto. Querer padronizar a forma como essa pessoa se veste, é pedir para que o mundo seja um quadro pintado de preto e moda não pode ser padrão, moda é arte, é autenticidade, é expressão única do ser. Não cabe em uma apostila de padrões do certo e errado.

4- Porque uma “influenciadora digital”, que tem 20 mil seguidores no instagram e veste look do dia, já se diz consultora de estilo e começa a ditar regras e paradigmas sobre a moda, sem nenhuma consistência em sua abordagem! isso me deixa muito preocupada. Tenho recebido centenas de mensagens de seguidoras, perguntando se o que a fulana de tal falou é verdade. E sabe quais são essas “informações de certo e errado “? Que Calça flare não pode ser usada com flats ( sapatos sem salto, mas pode sim, eu falo sobre isso nesse post AQUI ), que saia e camisa é passado, não se pode mais vestir essa dupla se você quer ser moderna, entre outras pérolas.. Se a moda é autoral e existem mulheres que não usam salto alto até por questão de saúde ou mesmo identidade e estilo, como eu posso orientar uma pessoa a NUNCA usar calça flare sem salto? De onde essa “influenciadora” tirou isso? certamente da SUA VERDADE FASHION, não da verdade sobre a moda, moda não é isso.. é muito mais profundo esse universo e acima de tudo , ela deve ser autêntica e autoral, não um monte de padrão estabelecido por quem se acha a dona da verdade, baseada em número de seguidoras e likes do look do dia.
Make Profissional - 300x250

Bem, agora que você entendeu porque todo mundo hoje é consultor de imagem e estilo e o porque de tantos profissionais pouco preparados, vou te dar as dicas de como identificar se a pessoa que lhe dará a consultoria, tem condição de fortalecer sua imagem ou não..

1- Primeiramente, acompanhe o instagram da “profissional” por um BOM TEMPO. Leia o que ela escreve ( muito importante o “conteúdo” de moda oferecido ), analise as imagens de roupas / looks postados – são de bom gosto? ela tem senso estético? Veja as roupas e estilo da profissional, ela se veste com autenticidade e bom gosto? O que mais tenho visto é consultora de estilo mal vestida ou padronizada ( sempre com o mesmo corte de cabelo e mesmo colar .. ). Ela é elegante? passa identidade, estilo na forma de ser e vestir? o que escreve e fala é coerente e principalmente, é coerente com o que ela vive? ela expressa o que é a MODA, senso estético, intuição, percepção de si, autenticidade?

2- Peça Curriculum. Sim e não estou dizendo para você perguntar onde ela fez o curso de consultoria de imagem, porque em 5 dias qualquer pessoa pode fazê-lo, mas verifique ONDE A PESSOA TRABALHOU ATÉ HOJE, QUAIS AS VIVÊNCIAS DELA COM MODA E HÁ QUANTOS ANOS, QUAIS OS REAIS CONHECIMENTOS NO MERCADO DA MODA, FORMAÇÕES ANTERIORES, ESPECIALIZAÇÕES, EMPRESAS QUE ESTEVE… Curriculum mostra as raízes do profissional, conhecimento real. A partir daí, você já sabe o conteúdo do consultor. Se ele ainda não teve vivência no universo da moda, verifique seu senso estético, a forma como aborda o tema, a paixão pelo seu trabalho, coerência, bom senso, se considera a parte humana da cliente um fator importante, antes da roupa e da tendência.

3- Veja os depoimentos das clientes. Hoje em dia, em épocas de mídias sociais, todo mundo deixa comentários e depoimentos sobre o trabalho realizado. Com certeza um bom profissional, coleciona bons depoimentos com histórias de pessoas reais, que alcançaram seus objetivos. Peça isso à sua consultora, sem medo. Nada é mais seguro de avaliar, do que uma prova social.


jeans728x90

E finalmente, quem sou eu para escrever tudo isso? Se ainda não me conhece, sou a Marcia Paron, trabalho com moda há 28 anos, como Estilista, Gerente de produto, Fashion buyer, Coaching de Estilo, empresária de moda. Sou autora das páginas Buyer & Brand e Modo de usar Moda, onde ajudo pessoas a transformarem suas vidas, através de uma imagem pessoal fortalecida pelo conhecimento e aceitação do eu e depois, através da roupa. Minha vida foi “sempre” o universo da moda, desenhos, criações, painéis de estilo, viagens de pesquisas, tecidos, fios, linhas, modelagens, provas de roupa, criação, intuição.. Trabalhei e trabalho para grandes empresas de moda do Brasil e Europa, tive e tenho minhas marcas. E me especializei em Psicologia da autoimagem, minha paixão, uma área que confirma aquilo que sempre comuniquei, desde os anos 80: ” MODA PRECISA SER HUMANIZADA”, não pode ser um universo fútil de brigas de egos e certo e errado, onde a barriga negativa predomina, a idade, altura, poder aquisitivo e interesse do universo fashion, revistas de moda, marcas, escolas, padrões de uma apostila do que cai bem ou não em sua silhueta. Moda tem ser a ARTE DE FAZER DE SUA IMAGEM, UMA LINDA PINTURA EXPOSTA AO MUNDO, que comunique as mais lindas flores de sua alma e essência. O resto, é isso aí que temos visto lá fora..

Antes de contratar um profissional de moda, conheça sobre o ser humano que é e sobre sua real vivência nesse universo mágico, que pode ser um amigo potencializador ou um tirano destruidor, tudo depende de seu mestre consultor de imagem.

Conte sempre comigo e se quer uma consultoria diária e gratuita, não deixe de seguir o MODO DE USAR MODA.

Um beijo Grande e uma semana repleta de muito estilo!

Marcia
DNA354x362

Marcia Paron
Marcia Paron
Marcia Paron é estilista e Fashion Buyer, trabalhou para importantes marcas internacionais como Miss Sixty e Zara e hoje é gerente de negócios da cadeia Espanhola de lojas El Corte Inglés. Apaixonada por estética, arte e moda desde sempre, decidiu colocar em prática a paixão por escrever e orientar pessoas sobre tendências de moda, estilo pessoal, consumo consciente e autoestima, através do blog Buyer & Brand, um espaço aberto à informação sem afetação, com foco em moda acessível, feita para mulheres reais.
http://buyerandbrand.com.br

2 thoughts on “CONSULTORIA DE IMAGEM E ESTILO – COMO ESCOLHER UM BOM PROFISSIONAL

  1. Gostaria de uma consultora de imagem que nem vc,onde acho? Você faz consultoria on LINE? Pois sou de Minas Gerais,a uma semana doei todo meu guarda roupa, tirei realmente tudo… Acabei de me formar em desing de jóias e joalheria.. amo acessórios e trabalho com isso, gostaria de looks que pudesse valoriza-los ainda mais …sou muito clássica e não gosto de estampas… Estou começando uma nova etapa de vida. E pela primeira vez estou paralisada, preciso da minha imagem de volta,meu estilo de volta que foi se perdendo com o tempo.Obrigada Lucimara Pinhão

    1. Oi Lucimana, faço online sim. Já te passei a apresentação. Quando quiser, fico super à disposição para ajudá-la nesse novo processo e momento de vida. Todas nós somos lindas, temos que lapidar o diamente. Um beijo Grande

Deixe uma resposta