MUSCULAÇÃO EMAGRECE?

Quando se fala em emagrecer, todo mundo logo pensa em se “matar” nos exercícios aeróbios. Antes de entrarmos em detalhes é necessário deixar bem claro que o emagrecimento só ocorrerá se houver o Balanço Energético Negativo, que nada mais é  que gastar mais calorias do que ingerir, por isso a alimentação balanceada é essencial. Qualquer atividade física consome calorias (energia) do nosso corpo. Dependendo do tipo de exercício escolhido ocorre um consumo maior ou menor, que também pode variar de indivíduo pra indivíduo. Os exercícios aeróbios como caminhada, corrida, transport, bicicleta, aulas de ginástica, entre outras, consomem gordura e muitas calorias durante o esforço. Por exemplo, 1 hora de spinning gasta em média 700 kcal. Já um programa de musculação elaborado corretamente também promove o emagrecimento, isso porque um indivíduo que possui a musculatura mais desenvolvida queima mais calorias durante o dia inteiro comparado com outro com menor massa magra. Estudos comprovam que a musculação acelera o metabolismo do praticante, favorecendo um aumento no gasto calórico, além disso, a musculatura fica mais enrijecida e torneada, deixando o corpo mais bonito. Comparando as duas modalidades, as atividades aeróbias gastam mais calorias durante o exercício comparadas com um treino de musculação. Embora, a musculação promova um menor gasto calórico durante o treino, ela tem a vantagem de continuar queimando mais calorias após o término dos exercícios. Para mensurar os resultados o ideal é fazer uma avaliação física a cada três meses e não usarmos somente a balança como referência. Deve se pensar sempre na composição corporal, ou seja, aumentar massa magra e diminuir massa gorda. Mas, se você não tem acesso a uma avaliação física, use o espelho e principalmente as suas roupas para observar esta mudança. Não há dúvidas, o melhor que se tem a fazer é associar a musculação, os exercícios aeróbios e uma dieta balanceada para alcançar seu objetivo. Tudo isso através de um programa individual e bem elaborado, tornando-se indispensável o acompanhamento de um nutricionista e de um educador físico.

 

 

Deixe uma resposta